Lançamento do livro “Fé e Dinheiro”

capaUma das características mais marcantes do Brasil nas últimas décadas tem sido o crescimento das Igrejas com discurso focado na prosperidade ou Teologia da Prosperidade (TL). Essa teologia nasceu nos Estados Unidos no início do século XX e chegou ao Brasil na década de 1970, embalada pelo “Milagre econômico” da era Médici e voltada para uma classe média urbana em ascensão. Com o surgimento da Igreja Universal do Reino de Deus no final daquela década, mudanças doutrinárias, comportamentais e organizacionais importantes redefiniram, em algumas décadas, o ethos do protestantismo pentecostal no Brasil. Continuar lendo

O templo de Salomão e a nova ordem religiosa no Brasil

templo-de-salmoao-bras-spUma das principais notícias nos últimos dias tem sido a inauguração da réplica do Templo de Salomão no Brasil, em São Paulo. O monumento de cerca de seiscentos e oitenta milhões de reais vem chamando a atenção de agências de notícias dentro e fora do país. O Brasil contemporâneo tem se notabilizado pela construção de templos religiosos faraônicos, como o Santuário Mãe de Deus do padre Marcelo Rossi, a Cidade Mundial de Valdemiro Santiago, e agora o novo templo de Edir Macedo. O discurso de pré-inauguração que Macedo fez em seu templo nada teve de novo em relação à linha teológica da Igreja Universal: comparando-se a Abraão ele focou na prosperidade. Continuar lendo

A Reforma protestante e a modernidade

protestant churchEm três anos, os protestantes do mundo todo estarão comemorando meio milênio de reforma luterana. Historicamente, a Reforma teve um papel decisivo na redefinição da mentalidade do homem moderno e ocidental. No palco da história, o protestantismo fez mais do que promover uma ruptura da cristandade: exacerbou as noções de individualismo (reafirmou a autonomia do indivíduo frente à autoridade eclesiástica e às instituições religiosas) e concedeu especial importância à alfabetização. Por outro lado, ao menos no primeiro momento, retrocedeu em relação à Igreja Católica ao depreciar a noção de livre arbítrio e colocar o ser humano na condição de um pecador abjeto incapaz de melhorar sua condição através de suas obras. Esse foi um dos pontos de divergência entre Lutero e Erasmo de Rotterdam e que simboliza bem o embate entre os princípios do humanismo renascentista e o obscurantismo religioso que recrudesceu com o luteranismo. Continuar lendo

O império religioso de Edir Macedo

Crédito da Imagem: http://www.diarioliberdade.org/archivos/Colaboradores_medios/sturtds/2013-04/iurd_dinheiro.jpg

Edir Macedo e a Igreja Universal do Reino de Deus já foram  objeto das mais variadas abordagens, de matérias jornalísticas a teses de doutorado foi impossível, nos últimos quinze a vinte anos, ficar indiferente à meteórica ascensão de seu império religioso fundado no final da década de 1970. O fenômeno que a sociologia da religião popularizou com a designação de “neopentecostalismo” provocou uma autêntica redefinição da vivência religiosa de muitos brasileiros, especialmente protestantes, sobretudo através da Teologia da Prosperidade. E não foi por acaso: as igrejas neopentecostais surgiram no contexto posterior ao Milagre Econômico do governo Médici e adaptaram o pentecostalismo brasileiro (até então restrito em grande parte ao ascetismo salvacionista de seus fundadores) ao materialismo economicista da sociedade norte-americana. Continuar lendo

O que quer Silas Malafaia?

silas-malafaiaDepois da entrevista de Silas Malafaia com Marília Gabriela no último domingo, dia 03, a apresentadora concedeu uma entrevista em que afirma que agora entende porque ele tem tanta audiência entre os evangélicos: é muito enfático, segundo ela. Afirmou ainda que, pela primeira vez, teve de manifestar sua opinião, contrapondo-se a um convidado do programa. O que Marília falou e sentiu é importante porque desvela a estratégia de Malafaia para tornar-se o líder que hoje é. Continuar lendo

Milagres e milagreiros do neopentecostalismo no Brasil

curaA qualquer hora do dia ou da noite que você ligar sua TV ele está lá, sempre assistido por uma multidão em sua igreja-sede, ou às vezes ao ar livre, prometendo curar tudo. É Valdemiro Santiago, há alguns anos o maior fenômeno midiático do neopentecostalismo brasileiro. Suas preleções não possuem rigor teológico, nenhum tipo de rebuscamento; seu estilo de falar é leve, interage com o público, sorri bastante, demonstra uma simplicidade que beira à paspalhice, mas é dono um império religioso de milhares de igrejas espalhadas pelo Brasil e o mundo e possui vários programas na TV aberta e 24 horas no canal arrendado por sua igreja. Continuar lendo

Encruzilhadas do protestantismo brasileiro

igreja evangélicaAlguns teólogos protestantes como Silas Malafaia costumam afirmar que as nações mais poderosas do mundo e com mais qualidade de vida são as que aderiram aos ideais da Reforma. Eles acreditam que um Brasil de maioria protestante pode passar pelo mesmo processo. A primeira afirmação pode ser uma alusão desfocada à tese de Weber sobre a ética protestante e o espírito do capitalismo. A segunda é uma confiança equivocada e pretendo aqui demonstrar o porquê. Continuar lendo