Socialismo e democracia

lenin_rusia
Lênin entendia que o proletariado deveria ser guiado por intelectuais ligados ao partido e associava socialismo à ditadura do proletariado. Em países democráticos da Europa Ocidental, contudo, a ideia de socialismo estava relacionada a uma visão evolucionária, democrática

Temos um partido chamado “Socialismo e liberdade”, que, apesar do nome, defende lugares onde não existe liberdade. Nos últimos anos, a direita radical que ganhou voz no Brasil e até elegeu um presidente da República, acusa diuturnamente a esquerda de defender ditaduras e chama genericamente socialismo de ditadura. Há verdade nessas acusações? Se existe, em que medida? Nesse texto vamos abordar a diferença entre socialismo e comunismo, como esses conceitos mudaram com o tempo e também o surgimento de doutrinas evolucionárias em contraposição à perspectiva revolucionária de Marx e, posteriormente, de Lênin e do partido bolchevique. Continuar lendo

Os 200 anos de nascimento de Karl Marx

karl-marx-statue-germany
Inauguração da estátua de Marx, em Trier, Alemanha, 05 de maio de 2018

Neste dia cinco de maio estamos lembrando os duzentos anos do nascimento de Karl Marx. Não há qualquer dúvida para quem está no campo das ciências humanas que Marx não apenas foi um dos maiores filósofos de todos os tempos, como também um dos principais intérpretes da sociedade industrial do século XIX. Ele só pode ser uma figura controversa para quem o detesta ou não compreende seu pensamento. Continuar lendo

Cinco mentiras que a direita conta sobre Marx

marx-engelsMarx se tornou um alvo tão prioritário dos ataques dos gurus de direita na internet, que conhecer seu pensamento e sua história se tornou ainda mais importante pra quem quer fugir dessa incultura. E isso independe de se ser ou não marxista. Como Marx é um clássico, sua obra é essencial para se compreender a modernidade, como são Adam Smith, John Locke, Stuart Mill e tantos outros. Continuar lendo

Para compreender Marx

Karl-Marx-Jonathan-SperberEm nossa sociedade, Marx tem sido um dos autores mais comentados e menos lidos e compreendidos, especialmente pelo tipo de direita que tem crescido no Brasil: uma direita desescolarizada, conspiracionista e sem afeição pela vida intelectual. A esquerda, por outro lado, não demonstra ser muito melhor quando defende totalitarismos ou ainda fala em luta de classes. Contra essas miopias, uma obra que chegou ao mercado brasileiro este ano tem uma importância singular: é o livro  “Karl Marx: uma vida do século XIX”, de Jonathan Sperber (Editora Amarilys). Continuar lendo